TROCO SOLIDÁRIO FAZ DOAÇÃO DA ARREDAÇÃO À INSTITUIÇÃO NO DIA DOS AVÓS

27 de julho de 2017

Por Mônica Nunes

Um presente especial veio movimentar a rotina dos quase 50 idosos que vivem atualmente na Fundação Antônio Jorge, em Arapiraca.  A entrega do valor arrecadado pela campanha Troco Solidário, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas e que envolveu lojas da cidade, coincidiu com a comemoração do Dia dos Avós, data que iria passar em branco para a maioria dos moradores do local.

IMG_9736

 

A doação, realizada pela CDL, ajudará nas despesas da instituição, que vive de uma parcela financeira da aposentadoria dos próprios internos e de doações da população. “Ficamos felizes que a iniciativa da nossa entidade tenha conquistado o apoio dos clientes: os verdadeiros contribuintes dessa ação”, comentou a gerente administrava da CDL, Genilza Rocha, que, reapresentando a presidenta Tania Nubia, fez a entrega do dinheiro aos membros da diretoria da Fundação.

No local, estavam o juiz Valter Omena, sua esposa Ana Luíza, o curador Laelcio Gomes, membros da diretoria e a voluntária Ana Carolina, além dos idosos. “Agradecemos cada valor doado, confiantes na generosidade da atitude”, comentaram.

IMG_9735

História de amor

Entre os internos, histórias diversas e distintas, que revelam fatos da vida pessoal e que vão desde o abandono até a necessidade real de apoio de profissionais. No meio delas, enredos de novela, como do casal João Pedro, 73 anos, e Maria Luíza, de 65, ambos viúvos, agricultores e vivendo atualmente na Fundação. Lá se conheceram, se apaixonaram, se casaram novamente e, segundo esperam, irão viver juntos, até que a morte os separe.  Divertidos, dividem a mesma cama, que ganharam de casamento, mas não tem direito à quarto conjugal. Dividem a vida a dois com os outros hóspedes, fator secundário para quem busca companhia em meio ao abandono familiar. Sorridentes aguardavam o horário de rezar o Evangelho diário, que hoje ganharia sabor especial graças ao bolo do Dia dos Avós, também doado pela CDL.

IMG_9738 (1)

 Fundação

Fundada há 12 anos, a entidade iniciou as atividades voltada a dependentes químicos, mas desde 2014 direcionou os trabalhos para os idosos. O local tem capacidade para 50 internos, porém o número pode oscilar, dependendo da necessidade. “Nunca deixamos uma pessoa sem abrigo”, comentou Valter Omena, entusiasta da obra.  No local, trabalham 25 pessoas, que se revezam nas atividades cotidianas da casa, incluindo limpeza, alimentação e recreação.

 

Deixe o seu comentário: