Filarmônica apresenta V Concerto da Série Selma Britto nesta 6ª

News Zik 0 comments

Das formas barrocas com sonoridades modernas ao calor e à paixão do tango argentino, o quinto concerto da Série Selma Brito traz em sua estrutura importantes obras do repertório de câmara do século XX. Esta que foi uma importante época para a música de maneira geral, pois foi nele o homem tomou novas visões sobre si e sobre o mundo a partir das mudanças sociais, religiosas e econômicas; veio então o desenvolvimento das máquinas, as grandes guerras, o avanço dos sistemas de comunicações. Em um cenário assim, a música, acompanhando outras artes, como meio de expressão humana, transformou-se gradativamente.

Com repertório de formação camerística (contando com um corpo instrumental reduzido), o programa conta com a famosa obra do compositor galês Karl Jenkins, Palladio Concerto Grosso; além do compositor húngaro Béla Bártok – com as Rumanian Folk Dances (danças folclóricas romenas), do compositor gaúcho Brenno Blauth, Concertino para Flauta e Cordas (1964), com solo da flauta transversal da flautista e professora da UFAL, Ziliane Teixeira e comLas Cuatro estaciones porteñas (as quatro estações portenhas) do argentino Astor Piazzolla -um dos compositores e instrumentistas mais importantes da América Latina no século XX.

Para esse concerto, a Filarmônica de Alagoas terá como regente o Maestro Fellipe Teixeira, Mestre em Música e Professor Substituto de Regência e Teoria Musical na Universidade Federal de Alagoas. É também Regente Titular e diretor artístico da Banda Sinfônica da UFA. Com vasta experiência, em 2014 ganhou o concurso Jovens Solistas e Regentes, na categoria Regente, no XIV Festival Eleazar de Carvalho em Fortaleza – CE e em 2015 frequentou a International Conducting Academy , em Braga, Portugal.

O concerto tem ainda a participação da solista Ziliane Teixeira – Professora Adjunta do Curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Doutora em Educação (Educação e Artes – 2016) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Mestre em Música pela Universidade de Aveiro (2011) e Bacharel em Música pela UFSM (2007).

 

Zenita Almeida

Author Zenita Almeida

Eu tenho a idade que permite que eu olhe a vida com calma, mas com vontade de continuar crescendo. Agora é quando o amor pode ser ardente ou um caminho de paz. Agora é quando eu posso gritar meus temores sem medo e fizer o que desejo, mesmo temendo o fracasso. Hoje eu posso amar a mim mesma, aceitar-me e abraçar-me, pois os anos me tornaram uma pessoa muito mais plena, muito mais EU: Zenita.

View Posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *